domingo, 31 de dezembro de 2006

Sobre a tua cabeleira


uma coroa de borboletas,
com suas asas pintadas.
Terás de volta ao pescoço flores de abóbora,
em prata,
e a lua que para ti noites e noites forjei.
Andarás pelo povo sobre um cavalo turquesa.
Um cavalo ardente e leve, animado
pelo meu fogo de amor.
E a teus pés eu lançarei uma pedra quente quente:
o coração onde correm
milhões de gotas de sangue.
(Herberto Helder)

3 comentários:

Juro disse...

Fico muito contente por ter entrado no Mundo da Blogosfera.
A sua escrita é fantástica!

Irei ser leitora assídua deste cantinho muito interessante.

Um grande bem-haja!

:)

Anónimo disse...

PARABÉNS!
..e depois Herberto Helder revela-nos SEMPRE!

maboke disse...

PARABÉNS!!
E depois......Herberto Helder revela-nos sempre!BOA ESCOLHA...tb gosto muito.

Counter II

Counter